Alberto Lingria/Reuters
Alberto Lingria/Reuters

Modric diz que saída de Cristiano Ronaldo não limitou elenco do Real Madrid

De férias antes da volta da Liga dos Campeões, meia também elogia jovens jogadores do time, como Vinicius Junior e Rodrygo

Redação, Estadão Conteúdo

22 de julho de 2020 | 17h27

O meia croata Luka Modric, do Real Madrid, revelou nesta quarta-feira que tinha certeza que o clube espanhol continuaria sendo vitorioso sem Cristiano Ronaldo. Segundo o jogador, a ausência do craque português, que se transferiu para a Juventus em julho de 2018, não é um fator limitante para o elenco comandado pelo técnico francês Zinedine Zidane.

"Não há necessidade de discutir a importância de Cristiano para Madri, mas devo dizer que não estamos impressionados com o fato de ele não estar presente no sentido de que não podemos ter as mesmas ambições. Estávamos convencidos de que continuaríamos a vencer sem ele porque, independentemente da força do indivíduo, a equipe está sempre acima de tudo e a força é mais forte", disse Modric, em entrevista ao jornal croata Sportske Novosti.

O meia reforçou, mais uma vez, a importância do grupo merengue. Questionado sobre quem teria se destacado na temporada, Modric preferiu não citar nomes. Segundo ele, "todos contribuíram para o título da maneira que puderam".

O jogador aproveita o término da competição nacional para repor as suas energias na Croácia. E, falando em renovação de energias, foi assim que ele classificou a juventude merengue composta por Valverde e os atacantes brasileiros Vinicius Junior e Rodrygo.

"Uma nova onda de entusiasmo, frescor, força física e paixão, trazida por bons jogadores jovens, revitalizou o próprio grupo. O clube e o treinador agiram sabiamente sobre isso. Isso também motivou e capacitou os mais velhos e mais experientes a acelerar o ritmo. O resultado é visível", explicou.

O próximo confronto do Real Madrid será diante do Manchester City, do técnico espanhol Pep Guardiola, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Assim como Modric, o restante do elenco madrilenho descansa antes da partida decisiva. Mesmo com a interrupção das competições, os comandados de Zidane mostraram-se motivados e conquistaram o 34.º título do Campeonato Espanhol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.