Daniel Olza/AP
Daniel Olza/AP

Modric se diz 'aliviado' com transferência para o Real Madrid

Após longa negociação, meia croata afirmou estar contente em ter assinado com o clube espanhol

O Estado de S. Paulo

27 de agosto de 2012 | 14h21

MADRI - Depois de uma longa novela que vinha se arrastando desde o fim da última temporada, o Real Madrid finalmente confirmou a contratação do meia Luka Modric junto ao Tottenham, nesta segunda-feira. O croata passou por exames médicos no clube espanhol, foi apresentado e não escondeu a felicidade com o acerto.

"Finalmente isto aconteceu e eu estou aliviado", declarou, em sua primeira coletiva como jogador do Real. "É o maior desafio da minha carreira de jogador e tenho certeza que terei sucesso. Tenho tudo que preciso aqui, o melhor técnico do mundo, os melhores jogadores, e só preciso me divertir com isso e jogar futebol."

Após quatro temporadas no Tottenham, o jogador de 26 anos vinha sendo muito cobiçado pelos principais clubes da Europa. Os valores da transação não foram confirmados, mas a imprensa local divulgou que para contratar o croata, o Real Madrid desembolsou 35 milhões de euros (cerca de R$ 90 milhões).

Por conta da longa negociação, Modric não vinha atuando, mas se disse pronto para estrear na segunda partida da decisão da Supercopa da Espanha contra o Barcelona, nesta quarta-feira, no Santiago Bernabéu. "Claro que quero jogar, é o maior jogo do futebol mundial. O técnico vai decidir se quer me usar. Estarei feliz em qualquer lugar que for colocado", comentou.

Atual vencedor do Campeonato Espanhol, o Real não começou bem a competição nesta temporada. Mesmo com um elenco milionário e sendo um dos favoritos, o time madrilenho ainda não venceu e colecionou um empate e uma derrota nas duas primeiras partidas. Para Modric, no entanto, estes resultados pouco importam para o resultado final. "Não é importante como você começa, mas como você termina a liga", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolReal MadridModric

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.