Mogi: Estádio mudará para João Paulo II

O presidente do Mogi Mirim, Wilson Fernandes de Barros, pediu aos conselheiros do clube para alterar o nome do estádio para João Paulo II, ao invés de seu nome, instituído nos anos 90. Na próxima semana, o conselho deliberativo do clube deve votar e aprovar o pedido do presidente. Católico praticante, Barros quer homenagear o último papa, morto recentemente, e diminuir sua exposição, pela segurança de sua família. Há duas semanas sua filha foi libertada depois de passar quase dois meses em poder de seqüestradores. Há dois anos, a vítima tinha sido sua esposa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.