Léo Santos/FuturaPress
Léo Santos/FuturaPress

Mogi faz 6 a 0 no Botafogo e vai enfrentar o Santos

MOGI-MIRIM - Nem mesmo o mais otimista torcedor poderia imaginar que seria tão fácil. Muito superior e mostrando um futebol ofensivo, o Mogi Mirim goleou o Botafogo por 6 a 0, na noite deste sábado, no Estádio Romildo Gomes Ferreira, pelas quartas de final do Paulistão. Com a vitória, se classificou para disputar a semifinal contra o Santos, que eliminou o Palmeiras no outro jogo do dia.

Agência Estado

27 de abril de 2013 | 21h04

Jogando em casa, o Mogi Mirim confirmou o favoritismo, depois da ótima campanha na primeira fase, e não deu chances para o adversário - o placar poderia ser ainda maior, já que Roni perdeu um pênalti. Do outro lado, o Botafogo abusou das faltas e terminou a partida com três jogadores expulsos. Agora, o time de Ribeirão Preto vai disputar o título de Campeão do Interior.

Os dois semifinalistas terminaram com os mesmos 39 pontos na fase de classificação do Paulistão, mas o Mogi teve melhor saldo de gols do que o Santos: 17 a 14. Assim, terá a vantagem de jogar em casa contra o poderoso adversário - a Federação Paulista de Futebol (FPF) vai confirmar a tabela das semifinais apenas na próxima segunda-feira.

Mogi Mirim e Botafogo fizeram um primeiro tempo bastante movimentado e com chances de gols para os dois lados. Os visitantes quase abriram o placar com César Gaúcho, que desviou cruzamento e mandou na trave. Aos nove, porém, o time da casa balançou as redes. O zagueiro Tiago Alves se antecipou ao goleiro, após escanteio fechado, e desviou de cabeça para o gol.

Atrás no placar, o Botafogo abusava dos cruzamentos e escapou de levar o segundo gols após Wagner soltar a bomba em cobrança de falta no travessão. A partida caiu de produção nos minutos finais, mas os donos da casa eram mais perigosos. O segundo tempo foi totalmente dominado pelo Mogi Mirim, que ampliou aos 15 minutos. Roni, que havia acabado de perder pênalti, fez boa jogada e tocou para Val tirar do goleiro. Nesta altura, o zagueiro Cris tinha sido expulso, deixando o visitante com um jogador a menos.

Depois, Henrique marcaria três gols na sequência. No primeiro, aproveitou cruzamento de Magal e completou aos 28 minutos. Aí, ganhou na dividida do goleiro e chutou para o gol aberto aos 33. No fim, o atacante soltou a bomba no ângulo de Rafael Santos, já aos 41, para fazer seu terceiro na noite. Antes disso, Roni desviou de cabeça cobrança de falta e marcou aos 31.

Após o apito final do jogo, o atacante Nunes, do Botafogo, não suportou as gozações dos adversários e criou um tumulto geral em campo. Mas não houve nada mais do que xingamentos e muitos empurrões.

MOGI MIRIM 6 X 0 BOTAFOGO

MOGI MIRIM - Daniel; Caramelo, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Magal (Guto), Val, Roger Gaúcho e Wagner (Juninho); Roni (Wagninho) e Henrique. Técnico - Dado Cavalcanti.

BOTAFOGO - Rafael Santos; Cris, Igor (Dimba) e Preto Costa; Daniel Borges, César Gaúcho, Zé Antônio, André (Douglas Packer) e Giovanni; Francis (Otacílio Neto) e Nunes. Técnico - Marcelo Veiga.

GOLS - Tiago Alves, aos nove minutos do primeiro tempo; Val, aos 15, Henrique, aos 28, aos 33 e aos 41, e Roni, aos 31 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza.

CARTÕES AMARELOS - João Paulo e Roni (Mogi Mirim); Preto Costa, Cris, Douglas Packer, Nunes, Rafael Santos, Francis, Otacílio Neto e César Gaúcho (Botafogo).

CARTÕES VERMELHOS - Alex Alves (Mogi Mirim); Nunes, Cris e Giovanni (Botafogo).

RENDA - R$ 107.745,00.

PÚBLICO - 5.245 pagantes.

LOCAL - Estádio Romildo Gomes Ferreira, em Mogi Mirim (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.