Mogi Mirim bate Audax e segue vivo por classificação no Campeonato Paulista

Time chega à terceira posição no Grupo D do Estadual e renova esperança de passar de fase

AE, Agência Estado

06 de fevereiro de 2014 | 23h33

MOGI MIRIM - Sob os olhares do presidente Rivaldo e com seu filho como titular no ataque, o Mogi Mirim venceu, nesta quarta-feira, o Audax por 3 a 1, no estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP). O jogo foi válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Com o resultado, o Mogi Mirim voltou a vencer depois da derrota sofrida no último final de semana e chegou à terceira colocação do Grupo D, com dez pontos. Já o Audax terminou a sua sequência de duas vitórias consecutivas, mas segue na zona de classificação do Grupo B, com oito pontos, na segunda posição.

O Audax começou a partida mostrando que poderia dar trabalho para o Mogi Mirim mesmo atuando fora de casa. Logo aos cinco minutos, após um vacilo da defesa do time mandante, Caion ficou cara a cara com o gol, mas finalizou mal. Reynaldo praticou grande defesa, espalmando para escanteio.

Depois do susto, o Mogi Mirim passou a dominar a partida e não demorou para abrir o placar. Aos nove minutos, Edson Ratinho entrou com facilidade pelo lado direito e chutou mal. Esperto, Serginho se antecipou a defesa e escorou a bola para dentro do gol.

O time de Osasco sentiu o gol levado e recuou. Aproveitando a oportunidade, o Mogi Mirim marcou o segundo. Aos 16 minutos, Serginho recebeu a bola no lado esquerdo e foi para cima da defesa. Depois de deixar um adversário para trás, ele arriscou a finalização sem ângulo. A bola bateu no zagueiro João Paulo e entrou no gol, sem chances para Felipe Alves.

Na volta para o segundo tempo, o Audax veio com uma proposta de jogo para buscar o empate, o que deu espaço aos contra-ataques do Mogi Mirim. Saindo pelos lados, o time mandante assustava mais que o adversário, mas também não conseguia acertar as finalizações.

Aos 18 minutos, o Audax teve a chance que queria na partida. Em cobrança de escanteio, o volante Elanardo colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, porém, Reynaldo acertou o canto e defendeu o chute de Thiago Silvy.

Conforme o tempo foi passando, o Mogi Mirim se fechou no campo de defesa e o time de Osasco passou a apostar em cruzamentos para dentro da área. Foi exatamente assim que o time conseguiu o gol de honra. Aos 36 minutos, após cruzamento da direita, Didi desviou de cabeça e Reynaldo espalmou para frente. No rebote, Velicka colocou para dentro do gol.

O Mogi Mirim ainda conseguiu marcar mais um gol. Em rápido contra-ataque, Magal tocou para Everton Sena, que avançou e chutou para o gol. A bola passou por baixo do goleiro Felipe Alves e entrou no gol.

O Mogi Mirim volta a campo neste domingo, às 19h30, para encarar o Corinthians, no estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim. O Audax jogará contra o Palmeiras, também no domingo, às 17 horas, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. As partidas serão válidas pela 7.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

MOGI MIRIM 3 x 1 AUDAX

MOGI MIRIM - Reynaldo; Valdir, Fábio Sanches, Mirita e Leonardo; Magal, Elanardo (Oberdam), Edson Ratinho e Morato; Serginho (Everton Sena) e Rivaldinho (Everton Heleno). Técnico: Airton Silva.

AUDAX - Felipe Alves; João Paulo, Nenê Bonilha (Didi) e Francis; Velicka, Tche Tche, Camacho, Rafinha e André Castro; Caion (Thiago Silvy) e Denílson (Nádson). Técnico: Fernando Diniz.

GOLS - Serginho, aos 9 e aos 16 minutos do primeiro tempo; Velicka, aos 36, e Everton Sena, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Fábio Sanches (Mogi Mirim); Thiago Silvy e Rafinha (Audax).

ÁRBITRO - Júnior César Lossávaro.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.