Mogi Mirim demite treinador

O técnico Adilson Baptista foi demitido no Mogi Mirim. Ele não suportou a goleada sofrida diante do União São João, por 4 a 0, sábado à tarde em Araras, e considerou que seu ciclo no clube está encerrado. O presidente Wilson de Barros, ainda não definiu o novo técnico que pode ser Pedro Rocha, que já passou no clube várias vezes, ou Estevam Soares, ex-técnico da Ponte Preta.Adilson não lamentou sua saída. "Não tinha mais condições de trabalhar, tanto que já tinha colocado meu cargo à disposição", explicou o ex-zagueiro do cruzeiro, Grêmio e Corinthians, que iniciou a carreira de técnico ano passado no próprio Mogi Mirim. "O clube me deu a chance de começar a carreira e isso não vou esquecer jamais", comentou. Ano passado, Adilson levou o Mogi ao vice-campeonato brasileiro da Série C, garantindo o acesso para a Série B em 2002.Mas o limitado elenco não suportou o equilibrado Campeonato Paulista da Série A-1. Em seis jogos, o Mogi somou apenas dois pontos, ocupando a penúltima posição e só ficando à frente da Portuguesa Santista, que tem um ponto. Segundo o regulamento do Paulistão, o último colocado será rebaixado para a Série A-2, enquanto o penúltimo disputará uma "repescagem" com o vice-campeão da divisão abaixo. No Paulistão de 2001, o Mogi já foi rebaixado por ter sido o último colocado, mas acabou salvo pela mudança do calendário nacional e da formação do novo Rio-São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.