Mogi Mirim joga cedo para ter torcida

Atendendo a um pedido da diretoria do Mogi Mirim, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) mudou todos os jogos em casa do time, no Campeonato Brasileiro da Série B, para domingo, às 16 horas. A intenção dos dirigentes é aumentar a média de público no Estádio "Wilson Fernandes de Barros".Até agora, o maior público do time foi de 1.200 torcedores, na vitória por 3 a 2 sobre o Marília, na sexta rodada. A última tentativa de colocar jogos no sábado à noite também não funcionou. Apenas a partida contra o Botafogo-RJ, no dia 24 agosto (sábado), às 16 horas, não será alterado porque a partida deverá ser transmitida pela televisão.O técnico Luiz Carlos Winck não gostou muito da mudança, porque todo cronograma do elenco terá de ser alterado. Para o próximo jogo, o treinador ainda não deve mudar a rotina do time, pois enfrenta o Remo-PA, no sábado, às 16 horas, em Belém. Winck não contará com o atacante Cléber, suspenso pelo terceiro amarelo. Clóvis, ex-Guarani e Corinthians, deve fazer sua estréia. O Mogi ocupa a 19ª colocação, com 11 pontos, e luta contra o rebaixamento na Série B.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.