Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Mogi se prepara para uma briga jurídica

A diretoria do Mogi Mirim já está preparada para uma possível briga com o Santa Cruz no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O time pernambucano acusa o Mogi de ter escalado o meia Neto de forma irregular no empate em 1 a 1 entre os times, na terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O supervisor de futebol do clube paulista, Maurício Rocha, afirmou ter o BID (Boletim Informativo Diário), que garantiu a escalação de Neto na partida. "Não há nenhuma irregularidade com o jogador. O Mogi Mirim já está com todas provas preparadas", disse preocupado com a repercusssão do fato no elenco. Enquanto isso, o técnico Jorge Raulli quebra a cabeça para definir o substituto de Dênis, negociado com o futebol do Kwait. Cléber pode ser a opção. O meia Leandro pode ser improvisado. Na próxima rodada, o Mogi, 19º colocado, com 18 pontos, enfrenta o Londrina, na casa do adversário.

Agencia Estado,

06 de agosto de 2003 | 17h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.