Mogi tenta acabar com jejum na Série B

Sem vencer há seis jogos na Série B do Campeonato Brasileiro, o Mogi Mirim enfrenta o Joinville nesta sexta-feira, às 20h30, no estádio Ernesto Sobrinho, em Santa Catarina. Os dois times vivem situações complicadas. Com 12 pontos ganhos cada um, dividem a 20ª posição na classificação.Para vencer, o técnico Luís Carlos Winck não quer saber de mistérios e já definiu o time do Mogi que entra em campo. O meia Joílson, que está jogando como lateral-direito, e o volante Goiano cumpriram suspensão na última rodada e têm retorno confirmado. Na defesa, Paulinho entra no lugar de Joel, que foi expulso no empate de 1 a 1 contra o União São João.O outra novidade está no ataque. Cléber, contundido, foi vetado pelos médicos. Com isso, Sandro Silva vai atuar ao lado do artilheiro Dênis, que voltou ao time após frustrada negociação com o Olympique des Alpes, da Suíça.No Joinville, o técnico Arnaldo Lira garante estar com o time definido, mas não confirma os titulares. A dúvida fica por conta da escalação do volante Alessandro ou do atacante Maia. Com o segundo, o treinador adotaria um esquema mais ofensivo, atuando com três atacantes. Rodada - Outros dois jogos da Série B estão programados para a noite desta sexta-feira. Ainda em Santa Catarina, o Avaí recebe o Remo no estádio da Ressacada, em Florianópolis. O time do técnico Play Freitas está em 12º lugar, com 17 pontos. Já a equipe paraense, que vem embalado pelos bons resultados nas últimas rodadas, está em terceiro, com 21.Em Recife, acontece um clássico pernambucano: Náutico e Sport jogam no estádio dos Aflitos buscando as primeiras posições.Os donos da casa estão em quinto lugar, com 19 pontos, e vão se reerguendo na competição após terem perdido três pontos na justiça pelo uso irregular do lateral Marcos Lucas na estréia da competição. O Sport, em 13º, com 17 pontos, vem caindo pela tabela porque luta pelo título estadual contra o rival Santa Cruz.

Agencia Estado,

18 de julho de 2003 | 09h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.