Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Moisés afirma que jogo com o Santos vai trazer 'desgaste mental' ao Palmeiras

Segundo o meia, enfrentar e marcar o veloz time adversário vai exigir bastante concentração

Redação, O Estado de S. Paulo

17 de maio de 2019 | 15h19

O meia Moisés, do Palmeiras, apontou nesta sexta-feira uma dificuldade curiosa que o time vai encarar no sábado, no clássico com o Santos, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. Para o jogador, além da velocidade e da qualidade do time adversário, enfrentar a equipe do técnico Jorge Sampaoli causa também um cansaço mental, já que é necessário ter muita atenção para marcar as jogadas.

Em entrevista coletiva na Academia de Futebol, Moisés elogiou a equipe santista e afirmou que a partida será bastante complicada. "O nível físico fica até um pouco atrás do mental, porque o Santos às vezes tem três ou quatro jogadores enfiados. Isso causa um desgaste mental muito grande", afirmou Moisés. Os dois times jogam no Pacaembu às 19h.

A partida é um confronto direto pela liderança, pois Palmeiras e Santos têm dez pontos, assim como o São Paulo, mas o time alviverde está na frente pelo critério do saldo de gols. Os três são os únicos invictos do brasileiro. Segundo Moisés, apesar de terem campanhas idênticas, os dois adversários de sábado têm propostas de jogo completamente opostas.

"São dois estilos totalmente distintos de jogo. A gente preza muito pelo equilíbrio, tanto ofensivo quanto defensivo, e o Santos já tem por característica ser mais ofensivo. Vai ser bem estudado, um jogo interessante, que rende discussão. Os dois estilos têm dado resultado", disse Moisés. O Palmeiras vendeu até agora 27 mil ingressos para a partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.