Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Moisés comemora gol de falta: 'Nem treino, mas fui feliz e o goleiro contribuiu'

Meia marcou o gol da vitória do Palmeiras sobre o Sampaio Corrêa por 1 a 0 pela Copa do Brasil

João Prata, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2019 | 21h49

Autor do gol que garantiu a vitória ao Palmeiras, o meio-campista Moisés admitiu que o time não fez um bom jogo contra o Sampaio Corrêa, mas destacou a importância do triunfo por 1 a 0 fora de casa no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

"Jogo difícil, a gente sabe. Qualquer um que jogar aqui vai ter dificuldade. O gramado estava pesado. A gente sofreu, poderia ser melhor, mas conseguimos um bom resultado", comentou o autor do gol.

O gol de falta saiu aos 46 minutos do segundo tempo. Moisés cobrou da intermediária, a bola passou pelo meio da barreira e o goleiro Andrey falhou no momento da defesa e deixou a bola passar. 

"Na falta, normalmente, era o Victor (Luis), mas ele estava um pouco cansado. Senti confiança. Nem treino falta, mas tenho qualidade em bater de fora. Fui feliz no chute, o goleiro teve uma falha que contribuiu".

O goleiro do Sampaio Corrêa sofreu um choque com Carlos Eduardo durante a partida e cortou a testa. Ele recebeu atendimento e minutos depois voltou a cair no gramado. Andrey pediu para continuar em campo, falhou no lance final, mas descartou qualquer relação com a lesão.

"Foi um erro técnico. Todos me conhecem, eu tenho o hábito de soltar pouco a bola. Poderia ter colocado ela para escanteio. Mas eu optei em ficar com ela. Campo molhado, bola lisa, acabou soltando, subindo e indo para o gol. Sabemos do nosso potencial. Temos que acreditar que podemos buscar a classificação", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.