Cesar Greco/Ag,. Palmeiras
Cesar Greco/Ag,. Palmeiras

Moisés e Mina voltam para ajudar o Palmeiras a reagir nesta quinta

Titulares de 2016 se recuperam e estão à disposição do técnico para jogo com o São Bernardo

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

16 Fevereiro 2017 | 07h00

Se nos dois primeiros jogos do Palmeiras pelo Campeonato Paulista em nada lembraram o futebol de campeão brasileiro, pelo menos nesta quinta-feira, contra o São Bernardo, o time deve ter mais indícios que remetem ao título. Para o jogo no Allianz Parque, às 19h30, a equipe volta a contar com dois destaques de 2016: o zagueiro Mina e o meia Moisés. Ambos foram relacionados pela primeira vez no ano.

A dupla, titular na campanha vitoriosa, passou por uma pré-temporada diferente do elenco para tratar da parte física e ficou fora de amistosos e jogos-treino. Somente nas últimas semanas os dois passaram a ser integrados ao trabalho com os demais companheiros.

O desafio de Mina e Moisés é ajudar o Palmeiras a reagir. A derrota para o Ituano por 1 a 0, no domingo, fez os jogadores saírem em defesa do técnico Eduardo Baptista nos últimos dias. Os pedidos foram por compreensão ao início de trabalho e por paciência para os resultados. A torcida pediu Cuca.

“O time não conseguiu jogar tudo o que se espera ainda, mas é natural. O treinador é novo, não teve todas as peças à disposição. A qualquer momento, nosso time vai engrenar”, afirmou Moisés, que agora é o camisa 10 do Palmeiras.

Apesar do retorno, o jogador não deve começar como titular. Eduardo Baptista definiu a escalação em treino fechado na tarde desta quarta, na Academia de Futebol, e deve deixar o meia como opção para o segundo tempo. Já na defesa, a tendência é Mina ser o titular. 

A liberação de Moisés para voltar ao time traz confiança à torcida pelo meia ter sido um dos destaques na conquista do Brasileiro, ao ser eleito um dos integrantes da seleção do campeonato. A boa temporada lhe trouxe como reconhecimento a camisa 10, herdada com saída de Cleiton Xavier ao Vitória.

Moisés reconheceu as atuações ruins do Palmeiras nas rodas anteriores, mas descartou nesta quarta-feira ser capaz de alterar sozinho o nível de futebol da equipe. “Se o Palmeiras tivesse vencido as duas, ninguém se lembraria de mim. Vamos trabalhar com humildade. Reconhecemos a pressão externa”, afirmou o meia. A equipe demonstrou dificuldades para criar, erros de finalização e cansaço no segundo tempo.

Assim como Moisés, outra novidade na lista dos 23 relacionados para o jogo deve ficar no banco. O atacante Barrios esteve fora nas duas rodadas anteriores e agora ganha a oportunidade depois de na segunda-feira, em jogo-treino, ter marcado dois gols contra o Nacional.

No time titular, quem deve ser a novidade é Raphael Veiga. O meia ex-Coritiba teve bom início de temporada e é o favorito a ganhar a vaga no meio de campo, que, contra o Ituano, foi ocupada por Jean, que voltará a ser lateral.

O jogo com o São Bernardo e o retorno das peças importantes em 2016 demarcam o início da preparação para o clássico com o Corinthians, também pelo Estadual. A partida será na próxima quarta-feira, fora de casa.

ADVERSÁRIO

O São Bernardo também ganhou uma partida e perdeu a outra neste início de Estadual. O principal nome do time é o atacante Edno, ex-Corinthians. Outro conhecido do elenco é o treinador português Sérgio Vieira, ex-Atlético-PR, Ferroviária e América-MG.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X SÃO BERNARDO

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Felipe Melo; Róger Guedes, Guerra, Raphael Veiga e Dudu; Willian. Técnico: Eduardo Baptista;

SÃO BERNARDO: Daniel; Eduardo, Edimar, Anderson Conceição e Breno; Vinícius Kiss, Fellipe Mateus e Rafael Costa; Rodolfo, Edno e Walterson. Técnico: Sérgio Vieira.

Juiz: José Rocha Filho

Na TV: Pay-per-view

Local: Allianz Parque

Horário: 19h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.