Cesar Greco/ Divulgação
Cesar Greco/ Divulgação

Moisés nega dependência de Gabriel Jesus e diz que Palmeiras jogou mal no domingo

'Não é porque ele não jogou que tivemos as derrotas'

Agência Estado, Estadão Conteúdo

02 de agosto de 2016 | 17h54

O Palmeiras ainda não venceu sem Gabriel Jesus neste Campeonato Brasileiro. Em três jogos, foram duas derrotas e um empate, sendo que duas partidas foram nas últimas rodadas. O meia Moisés acredita que o problema não seja a ausência do atacante, mas sim, porque todo o time não conseguiu manter o ritmo das partidas passadas.

"Ele faz muita diferença. Mas não é porque ele não jogou que tivemos as derrotas, mas sim porque vários jogadores não foram bem. Um só jogador não faz falta. Você tem uma sequência de erros", disse o meia, que lembrou da partida com o Botafogo para reforçar sua tese.

"Foi assim que aconteceu contra o Botafogo. Não foi um, não foram dois jogadores. Vários estiveram mal. Não foi só pelo Leandro Pereira, que entrou no lugar do Gabriel. Ele lutou bastante, mas o time não o ajudou", comentou.

Assim como outros jogadores da equipe, Moisés adota um discurso de pé no chão e acha normal que o time acabe caindo de rendimento ao longo da competição. "É normal, num campeonato de 38 rodadas, acontecer de ficar duas rodadas sem vitória. Aconteceu com a gente e vai acontecer com outras equipes. O que não pode é nos abalarmos por isso. Temos que entrar um pouco mais focados e melhorar nesse aspecto para interromper essa sequência", disse.

Nos três jogos em que não teve o atacante no Brasileiro, Cuca testou três jogadores diferentes. Barrios, Erik e Leandro Pereira foram testados. Para o jogo com a Chapecoense, Leandro Pereira pode ser mantido ou o treinador pode testar uma nova formação. A definição do time acontece na atividade nesta quarta-feira, já em Chapecó, para onde o time viajou nesta terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.