Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Moisés participa de rachão e deve voltar ao Palmeiras contra o Atlético-PR

Meia avança na recuperação de problema no joelho esquerdo e tem previsão de retornar ao time dentro de uma semana

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2017 | 18h21

O rachão, treino recreativo na véspera das partidas, trouxe ao Palmeiras uma boa novidade nesta sexta-feira na Academia de Futebol. O meia Moisés participou da atividade junto com o grupo pela primeira vez desde fevereiro, quando foi submetido a cirurgia para se recuperar de rompimento nos ligamentos do joelho esquerdo por ter se lesionado durante jogo com o Linense, pelo Campeonato Paulista.

Um dia antes de receber o Avaí, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras treinou a portas fechadas por cerca de 1h30. Após esse período, os jornalistas tiveram acesso ao local de treino. O elenco já fazia o treino recreativo, que contou com a presença de Moisés. Pouco depois dessa participação, o meia fez trabalhos específicos de fortalecimento.

O clube aposta no retorno dele aos gramados para agosto. "Eu espero o Moisés participando de um pedaço do jogo com o Atlético-PR (dia 6). Ele está evoluindo muito bem, praticamente treinando igual os demais", afirmou o técnico Cuca nesta sexta-feira. Por isso, o Palmeiras vai inscrevê-lo nas oitavas de final da Copa Libertadores em uma das duas vagas disponíveis para alteração, junto com o atacante Deyverson. Como a competição só vai reabrir para novas mudanças na lista de relacionados na semifinal, a comissão técnica vai incluir Moisés já nesta etapa.

A atividade desta sexta-feira foi acompanhada de perto pela diretoria do clube. O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, junto com o diretor de futebol, Alexandre Mattos, estiveram no gramado e conversaram com o técnico Cuca ao fim do trabalho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.