Reprodução/Youtube
Reprodução/Youtube

Moledo celebra volta ao Inter após mais de um mês e pede atenção contra o Santos

Zagueiro destaca importância de cuidado especial com o atacante Gabriel, artilheiro do Campeonato Brasileiro

Estadão Conteúdo

21 Outubro 2018 | 19h26

Recuperado de uma lesão muscular, o zagueiro Rodrigo Moledo, um dos pilares da defesa do Internacional que ficou sete jogos seguidos sem sofrer gols no Campeonato Brasileiro, comemorou a possibilidade de voltar a jogar e pediu atenção com o atacante Gabriel e o ataque do Santos, adversário desta segunda-feira, às 20 horas, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, em duelo que fecha a 30.ª rodada da competição.

"Tem que ter atenção especial, mas não só com ele (Gabriel). Com toda a equipe do Santos. A gente não pode dar espaço. Vamos ter preocupação com ele e com toda a equipe do Santos. A gente sabe da qualidade do Santos, da força do ataque. Já enfrentamos o Santos na Vila, no primeiro turno. São jogadores velozes. Temos que estar atentos, bem postados", disse o zagueiro em entrevista coletiva.

Uma lesão muscular na coxa esquerda tirou Moledo das últimas quatro partidas do Internacional. Em todos estes jogos, o time gaúcho sofreu ao menos um gol. Logo, o retorno do defensor, que formará a dupla de defesa com Cuesta, é comemorado.

"Ninguém gosta de ficar fora, mas faz parte. Acontecem lesões e suspensões. Ficar na torcida, mas querendo estar jogando. Estou recuperado. Espero ajudar o Inter para conseguir nossos objetivos. Cada jogo é uma final. Temos que buscar a vitória", afirmou.

Com a vitória do líder Palmeiras sobre o Ceará, o Internacional ficou a seis pontos do rival alviverde e precisa do triunfo ante o Santos para voltar a deixar a diferença entre os dois em três pontos. "Estamos na briga pelo título. Restam nove jogos. Cinco em casa. A gente sabe da força em casa. Não é suficiente. Cada jogo temos que buscar a vitória dentro e fora de casa", declarou Moledo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.