Loic Venance/ AFP
Loic Venance/ AFP

Monaco anuncia saída de Leonardo Jardim e acerta com técnico Robert Moreno

Clube contrata treinador que foi assistente e técnico interino da seleção espanhola nos últimos meses

Redação, Estadao Conteudo

28 de dezembro de 2019 | 17h58

A diretoria do Monaco anunciou neste sábado uma mudança no comando da equipe. O time de Montecarlo, que disputa o Campeonato Francês, demitiu Leonardo Jardim e contratou o técnico Robert Moreno, que foi assistente e técnico interino da seleção espanhola nos últimos meses.

Jardim deixa o clube apenas 11 meses após o seu retorno, em janeiro, para substituir o ex-jogador Thierry Henry. Antes, havia deixado o clube em outubro de 2018. Em uma outra passagem pelo clube, na temporada 2016-2017, levara o time ao título francês e à semifinal da Liga dos Campeões.

O técnico de 45 anos deixou o cargo em razão da irregular campanha da equipe no atual campeonato, com o atual sétimo lugar no Francês, com os mesmos 28 pontos do Reims, sexto colocado. Longe da briga pelo título, a equipe pretende ao menos terminar a competição dentro da zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões.

Para o lugar de Jardim, o clube contratou Moreno, de 42 anos. Será a primeira oportunidade do treinador no comando de um time grande. Na maior parte de sua carreira até agora, ele esteve à frente de times juvenis ou com funções de auxiliar. Sua maior experiência fora o comando interino da seleção espanhola na parte final das Eliminatórias da Eurocopa, na qual classificou a equipe com facilidade.

Ele havia substituído Luis Enrique entre junho e novembro. Mas acabou deixando a seleção com o retorno do treinador principal, então afastado para cuidar de sua filha, que sofria de doença grave e acabou falecendo. Em seu retorno ao time, Luis Enrique demitiu Moreno alegando que ele era ambicioso demais e pretendia seguir à frente da equipe até o fim da Eurocopa, em julho de 2020.

Antes deste desentendimento público, Moreno vinha atuando como auxiliar de Luis Enrique em diferentes clubes, como Roma (2011-2012), Celta de Vigo (2013-2014) e o Barcelona (2014-2017), onde os dois conquistaram diversos títulos, como Campeonato Espanhol, Copa do Rei, Liga dos Campeões e Mundial de Clubes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.