Uwe Anspach/AP
Uwe Anspach/AP

Mönchengladbach e Leverkusen mantém briga por 3º lugar

Ambas as equipes golearam neste sábado pelo Campeonato Alemão

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2015 | 12h36

A 27.ª rodada do Campeonato Alemão foi aberta neste sábado com vitórias tranquilas das equipes que ocupam as primeiras posições. Bayer Leverkusen e Borussia Mönchengladbach golearam Hamburgo e Hoffenheim, respectivamente, enquanto o Wolfsburg passou pelo Stuttgart. O líder Bayern de Munique faz o clássico da rodada contra o Borussia Dortmund, ainda neste sábado.

Vice-líder, o Wolfsburg fez 3 a 1 no lanterna Stuttgart, na Volkswagen Arena. O suíço Ricardo Rodríguez abriu o placar de pênalti, Harnik empatou ainda no primeiro tempo, mas Rodríguez voltou a colocar os donos da casa à frente. Schürrle fez o terceiro, marcando seu primeiro gol desde que voltou à Alemanha após passagem sem brilho pelo Chelsea.

Depois de se destacar pela seleção brasileira, Roberto Firmino deu a assistência para Schipplock abrir o placar para o Hoffenheim, em casa, contra o Mönchengladbach. Mas o Borussia virou ainda no primeiro tempo para golear por 4 a 1. Também brasileiro, Raffael deixou o dele.

Na BayArena, o Bayer Leverkusen fez o dever de casa e goleou por 4 a 0 o Hamburgo, com dois gols de Gonzalo Castro e outros dois de Stefan Kiessling. De volta da seleção brasileira sub-23, Wendell foi titular.

Com esses resultados, o G-4 do Alemão tem o Wolfsburg com 57 pontos, o Borussia Mönchengladbach com 50 e o Bayer Leverkusen com 48. Quinto e sexto colocados, Schalke 04 e Augsburg se enfrentam no domingo. Mas eles têm nove e 10 pontos de distância para o G4, respectivamente. O Bayern lidera com 64.

Brigando no meio da tabela, Eintracht Frankfurt e Hannover empataram por 2 a 2 em Frankfurt, enquanto Werder Bremen e Mainz 05 ficaram no 0 a 0. O Freiburg venceu o Colônia por 1 a 0 e foi a 28 pontos, escapando um pouco da briga contra o rebaixamento. O Hamburgo, com 25, é o primeiro da zona de degola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.