Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Cristina Quicler/AFP
Cristina Quicler/AFP

Montella é apresentado e promete que o Sevilla jogará com 'espírito' e 'paixão'

Técnico chega ao clube espanhol após deixar o italiano Milan

Estadão Conteúdo

30 de dezembro de 2017 | 14h17

Depois de acertar a desvinculação ao Milan, o técnico Vincenzo Montella foi apresentado neste sábado depois de assinar um contrato válido até a metade de 2019 com o Sevilla. Animado com a oportunidade, ele prometeu fazer o time jogar com "espírito" e "paixão".

+ Múmias ajudaram na redução de gancho para Guerrero jogar a Copa

+ Filipe Luís sofre lesão muscular e desfalca o Atlético de Madrid

"Sempre quis conhecer o espírito dessa cidade e do clube. Meu objetivo é ganhar mais como treinador, e este é o clube para expressar minhas ideias. É uma grande chance para mim, era um objetivo que tinha e alcancei", comentou o treinador, resgatando algumas lembranças de sua época de atacante.

"Quando joguei aqui com a Fiorentina, me encantou o estádio e o clube. O espírito é muito belo para todos os que estão aqui", avaliou. "Creio que o Sevilla precisa jogar com espírito, com paixão em seu futebol. Este vai ser o meu primeiro objetivo."

Questionado se entendia o motivo que fez o Sevilla cair de rendimento nos últimos jogos, Montella foi sincero. "Não tive a oportunidade de ver as últimas partidas, mas é a primeira coisa que vou fazer", prometeu.

Ex-atacante com relativa carreira de sucesso, com passagens por Sampdoria, Roma e pela seleção italiana, Montella tem 43 anos e já comandou a Fiorentina e a Sampdoria. Foi, então, contratado pelo Milan em 2016, mas acabou substituído por outro ex-jogador, Gennaro Gattuso, após o time não engrenar nesta temporada.

Com a chegada do novo treinador, o Sevilla busca estabilizar seu comando técnico. Eduardo Berizzo era o treinador desde junho, mas foi demitido um mês após a própria equipe revelar que o argentino fora diagnosticado com um tumor maligno na próstata. Seu antecessor era Jorge Sampaoli, que aceitou proposta para dirigir a seleção da Argentina.

Tudo o que sabemos sobre:
Vincenzo MontellaSevilla Fútbol Club

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.