Jon Nazca / Reuters
Jon Nazca / Reuters

Montella pede paciência e equilíbrio ao Sevilla contra o Bayern de Munique

"Há bastante jogo pela frente e o mais importante é jogar com equilíbrio e paciência"

Estadão Conteúdo

10 de abril de 2018 | 15h46

O técnico Vincenzo Montella pediu nesta terça-feira que o Sevilla tenha calma no duelo contra o Bayern de Munique e não entre em campo desesperado na busca pelo gol logo no início. Depois de perder por 2 a 1 no jogo de ida em casa, o time espanhol visita a equipe alemã na quarta-feira, às 15h45, no duelo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões.

+ Confira o noticiário da Liga dos Campeões

"Há bastante jogo pela frente e o mais importante é jogar com equilíbrio e paciência. Não temos que fazer cálculos. Precisamos ter a mesma postura da primeira partida, aconteça o que acontecer", afirmou.

Além de contar com a presença dos seus torcedores, o Bayern fará o primeiro duelo em seu estádio após a conquista antecipada do hexacampeonato alemão. No sábado, a equipe goleou o Augsburg por 4 a 1, fora, e conquistou a taça com seis rodadas de antecedência.

"Temos que estar concentrados apenas nessa partida. Precisamos acreditar que é possível e que podemos conseguir. O importante é não desistir na primeira parte e acreditar até o final", pediu Montella.

Sobre a equipe, o técnico italiano informou que os argentinos Gabriel Mercado e Joaquín Correa estão recuperados de lesão e serão relacionados. No entanto, não confirmou quem serão os titulares. Outro que ficou de fora por contusão do jogo de ida e está de volta é o argentino Ever Banega. O meio-campista, no entanto, já esteve em campo na goleada sofrida para o Celta de Vigo por 4 a 0 no sábado, pelo Campeonato Espanhol.

"Banega é um jogador importante para nós. Mas outro dia (no jogo de ida contra o Bayern) fizemos uma partida sem ele. Isso quer dizer que também temos outros jogadores para utilizar nessa posição. Pizarro fez bem essa função e são jogadores com qualidades diferentes", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.