Boris Pejovic/EFE
Boris Pejovic/EFE

Montenegro demite técnico sérvio que boicotou partida contra Kosovo

Ljubisa Tumbakovic não entrou em campo na partida das eliminatórias para a Eurocopa após pressão do governo da Sérvia

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de junho de 2019 | 16h52

A federação de futebol de Montenegro demitiu o técnico sérvio Ljubisa Tumbakovic após ele boicotar a partida das eliminatórias para a Eurocopa de 2020 contra Kosovo, realizada na sexta-feira, 7. Tumbakovic aderiu à pressão das autoridades da Sérvia, que não reconhecem a independência do país - declarada em 2008 -, que pediram aos jogadores montenegrinos de origem sérvia para não entrarem em campo. 

"O comitê executivo tomou a decisão unânime de dispensar Tumbakovic das suas funções após ele decidir não dirigir a seleção na partida", disse Dejan Savicevic, presidente da federação de Montenegro, em comunicado. "Além da surpresa desagradável, a decisão de Tumbakovic foi uma quebra dos termos do seu contrato."

Não só o técnico de 66 anos, que foi hexacampeão sérvio com o Partizan em duas passagens pelo time de Belgrado entre 1992 e 2002, aderiu ao boicote, mas também outros dois jogadores: Filip Stojkovic e Mirko Ivanic, que jogam no Estrela Vermelha. O presidente da federação lamentou a decisão dos jogadores, mas afirmou que a culpa não é deles e sim da "pressão de grupos interessados em desestabilizar o futebol montenegrino".

O assistente Miodrag Djudovic dirigiu a seleção de Montenegro em conjunto na partida contra Kosovo, que foi realizada com portões fechados na capital Podgorica, e terminou com um empate de 1 a 1 pela terceira rodada das eliminatórias. As duas seleções estão no Grupo A onde Inglaterra lidera com seis pontos. Kosovo está com dois pontos em duas partidas e Montenegro tem dois pontos em três partidas.   

Tumbakovic foi o quarto técnico na história da seleção de Montenegro e havia assumido o time em 2016. Foram 27 jogos sob o seu comando: sete vitórias, oito empates e 12 derrotas. O sérvio não conseguiu classificar Montenegro para a Copa do Mundo de 2018 e teve desempenho medíocre na Liga C da Liga das Nações, não conseguindo classificação para a Liga B, mas também evitando queda para a Liga D. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.