Monterrey quer surpreender e ir à decisão do Mundial de Clubes

O capitão Luis Pérez espera que o time mexicano, que estreia neste domingo contra o Kashiwa Reysol, seja a surpresa do torneio

AE-AP, Agência Estado

10 de dezembro de 2011 | 10h37

TÓQUIO - O capitão do Monterrey, Luis Pérez, avaliou que qualquer coisa pode acontecer no Mundial de Clubes, que está sendo realizado no Japão, e espera que a sua equipe seja a surpresa do torneio. O time mexicano estreia na competição no domingo, quando encara o Kashiwa Reysol, do Japão.

Pérez defendeu o Necaxa no Mundial de 2000, no Brasil, quando a equipe ficou em terceiro lugar após derrotar o Real Madrid em uma disputa de pênaltis. Caso supere o atual campeão japonês, o time mexicano vai encarar o Santos nas semifinais. O capitão do Monterrey, porém, evita projetar o duelo com o campeão da Libertadores.

"Antes de enfrentar o Santos temos que nos concentrar no Kashiwa", disse Pérez. "Nossa equipe é muito boa controlando a bola e temos uma excelente defesa, assim temos que usar isso a nosso favor contra o Monterrey".

O Monterrey se classificou para o torneiro no Japão ao faturar o título da Liga dos Campeões da Concacaf. Agora, Pérez espera levar o time a se tornar o primeiro da América do Norte a disputar uma final do Mundial.

"Sim, é verdade que nenhuma equipe do continente chegou à final, mas estamos muito motivados, concentrados e queremos chegar lá", disse. "Temos que ganhar duas partidas. Sei que é muito difícil e desafiante, mas temos muitos jogadores capacitados na nossa equipe".

Tudo o que sabemos sobre:
SantosMundialMonterreyLuis Pérez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.