Montillo diz que time do Cruzeiro tem que 'mudar tudo'

As fortes críticas da torcida do Cruzeiro depois da derrota na estreia do Campeonato Mineiro chegaram também à Toca da Raposa. Nesta quinta-feira o meia Montillo concedeu entrevista coletiva e se mostrou bastante descontente com o desempenho da equipe celeste na derrota para o Guarani, domingo passado, na Arena do Jacaré.

AE, Agência Estado

09 de fevereiro de 2012 | 20h35

"Primeiramente, o time tem que mudar tudo o que fez no primeiro jogo. Tanto faz quem vai jogar, se vai ser o mesmo time ou se o Vágner (Mancini) vai mudar algum jogador. Mas nós temos que melhorar muito. Ficamos concentrados aqui (na Toca da Raposa) por 20 dias e tudo o que trabalhamos nesses dias a gente não fez em campo", disse o argentino, que também assumiu a responsabilidade. "Posso falar por mim e sei que tenho muito mais para dar dentro de campo."

Para o meia, a pressão exercida pela torcida neste início de temporada ruim é "normal". "Um time grande que não começa muito bem na estreia, contra uma equipe , entre aspas, inferior. Acho que a pressão tem que existir. Nós sabemos que a torcida não gostou, nós mesmos não gostamos do que mostramos no primeiro jogo."

Montillo ponderou, também, que a pré-temporada do Cruzeiro, a mais longa dentre todos os grandes do futebol brasileiro, com um mês, foi mais voltada à parte física do que a técnica e que isso refletiu na atuação da equipe no domingo.

"Temos que saber que trabalhos muito a parte física. No ano passado também não fomos bem no primeiro jogo. Agora o time não jogou nada e perdeu. Temos que procurar o melhor dentro de campo, jogar melhor, muito melhor do que jogamos no domingo. A começar por mim, que também gosto de ser autocrítico", completou Montillo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroCampeonato Mineiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.