Divulgação
Divulgação

Montoya fala em 'sonho realizado' na chegada ao Vasco

Meia que estava no All Boys assinou contrato válido por três temporadas

AE, Agência Estado

17 de junho de 2013 | 15h00

RIO - O colombiano Santiago Montoya foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira como novo reforço do Vasco, que desembolsou cerca de US$ 1,5 milhão (R$ 3,2 milhões) para tirá-lo do All Boys, da Argentina. O meia de 21 anos assinou contrato por três temporadas e disse estar realizando um sonho ao vestir a camisa de um clube brasileiro.

"Estou muito contente por estar hoje aqui no Vasco. Fui bem acolhido pela torcida em minha rede social e estou muito feliz. Estou dando um grande salto na minha carreira. Sempre sonhei e almejei jogar em um clube tão importante. O Vasco é um clube de muita história, muitas conquistas, um clube organizado e que tem muitas pessoas boas. Posso dizer que estou vivendo um momento especial", comentou.

Desconhecido do público brasileiro, Montoya é uma revelação do futebol colombiano e foi contratado como principal esperança para dar criatividade ao meio de campo vascaíno. Ele deve ser testado na equipe ao longo da intertemporada, durante a paralisação no Campeonato Brasileiro para a Copa das Confederações, e pode estar em campo diante do Internacional, no dia 7 de julho, já pela competição nacional.

O presidente Roberto Dinamite não escondeu a esperança que deposita no novo reforço. "Montoya está chegando para somar. Ele é um jogador de muita técnica e será importante no Vasco. Estamos felizes com a sua vinda e tenho certeza que ele irá ajudar bastante", comentou.

Outro que comemorou a chegada de Montoya foi o diretor executivo Ricardo Gomes. "Ele é habilidoso e está muito feliz por ter vindo. Vamos esperar que ele consiga se adaptar rapidamente e vença no Vasco", disse sobre o jogador, que fará seu primeiro treino com o elenco vascaíno ainda nesta segunda.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoMontoya

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.