Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Morais aponta Friburguense e Americano como pedreiras

O meia Morais apontou Friburguense e Americano como os timesde menor investimento do Rio mais difíceis de serem superados quando atuam em casa. O Vasco, por sinal, enfrenta neste domingo o Friburguense, em Friburgo, em partida válida pela segunda rodada da Taça Guanabara. O apoiador admitiu que o jogo vai ser muito complicado. ?O campo é pequeno, eles treinam lá e vai ser difícil fugir damarcação. Quando dribla um, tem sempre o outro na cobertura?, declarou Morais.Para complicar, o Vasco não tem boas lembranças de jogar em Friburgo. Ultimamente, os jogadores de ponta do clube(Romário, Ramon, Juninho Pernambuco e Luizão) se machucaram aoenfrentar o Friburguense no Estádio Eduardo Guinle. ?Jogo lá desde moleque e nunca aconteceu nada. Não posso pensar nisso, tenho de jogar futebol. Posso me contundir em qualquer lugar e, se a gente entrar em campo cauteloso, vamos ser atropelados?, afirmou Morais.

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2007 | 19h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.