Morais se revolta com a derrota do Vasco para o Flamengo

Meia fica inconformado com revés vascaíno, que tinha a vitória sobre o Flamengo em suas mãos

Redação,

18 de fevereiro de 2008 | 19h52

A oitava derrota consecutiva do Vasco para o Flamengo em jogos decisivos, desde 2000, deixou o meia Morais revoltado. Ele se descontrolou no vestiário, após o clássico de domingo, proferiu vários palavrões, chutou tudo o que viu pela frente e ainda chorou. O jogador, no entanto, não agrediu nenhum companheiro. Nesta segunda-feira, um dia após o revés para a equipe rubro-negra, por 2 a 1, ele preferiu não dar entrevistas. Com a ferida aberta, o Vasco começa hoje a juntar os cacos para seguir em frente. A equipe terá oito dias livres até o próximo compromisso, dia 27, contra o Itabaiana-SE, pela Copa do Brasil, em São Januário. No confronto de ida, o time comandado por Alfredo Sampaio venceu por 1 a 0 e joga pelo empate para avançar na competição. SOLUÇÃOApós a eliminação na Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca), a diretoria do Vasco promete contratar dois reforços: um lateral-direito e um zagueiro.

Tudo o que sabemos sobre:
VascoEstadual do RioMorais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.