Morata entra no fim, decide e dá vitória ao Real Madrid

O Real Madrid teve trabalho para vencer o Levante, neste domingo, fora de casa, em Valência, no fechamento da 11.ª rodada. Em um campo encharcado, inapto à prática do futebol, Cristiano Ronaldo abriu o placar, Ángel empatou, e o gol da vitória por 2 a 1 saiu apenas a seis minutos do apito final, da cabeça de Morata, que havia acabado de entrar.

AE, Agência Estado

11 de novembro de 2012 | 20h49

O resultado faz o Real Madrid manter a terceira posição e a perseguição, ainda que distante, aos seus dois rivais: o Barcelona e o Atlético de Madrid. Com 23 pontos, o time de José Mourinho tem oito de desvantagem para os catalães e cinco a menos que o rival caseiro. Já o Levante, com 17 pontos, perdeu a chance de entrar no G4 do Espanhol.

O jogo começou ruim para Cristiano Ronaldo, que levou uma cotovelada de Navarro e deixou o campo com o supercílio esquerdo sangrando bastante. Depois de os médicos do Real Madrid saturarem o corte com um incômodo curativo, ele abriu o placar. Aos 21 minutos, Xabi Alonso cobrou falta na área, Navarro tirou mal e a bola sobrou limpa para o português marcar seu 12.º gol no Espanhol, ficando agora três atrás de Messi na artilharia.

O empate veio aos 17 minutos do segundo tempo, numa falha de Pepe. O zagueiro tentou dominar uma bola na área defensiva, apesar do gramado encharcado, viu ele parar no chão e permitiu que Ángel Rodríguez dominasse na cara de Casillas para igualar o placar.

O gol da vitória veio na primeira jogada de Morata no jogo. O atacante de 20 anos, que nunca tinha feito gols pelo time principal do Real Madrid, entrou aos 38 minutos do segundo tempo, foi para área, e cabeceou a falta cobrada por Xabi Alonso para fazer o segundo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolReal MadridCampeonato Espanhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.