David Ramos / EFE
David Ramos / EFE

Morata revela ameaças de morte aos filhos pequenos após desempenho pela Espanha na Eurocopa

Atacante da seleção espanhola é pai dos gêmeos Leonardo e Alessandro, de dois anos, e de Edoardo, que nasceu no ano passado

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2021 | 09h48

Criticado pelo desempenho na Eurocopa, o atacante da seleção da Espanha Álvaro Morata revelou ter recebido ameaças de morte, incluindo contra sua família, após os espanhóis garantirem vaga nas oitavas de final e ele desabafar. "Entendo que sou criticado pelo meu desempenho, sou o primeiro a reconhecer, mas há um limite. Recebi ameaças e insultos à minha família... Algumas pessoas desejaram que os meus filhos morressem", afirmou o jogador, em entrevista à rádio Cadena Cope.

Morata defende a seleção da Espanha desde 2009, nas categorias de base. Passou pelos times sub-17, 18, 19 e 20 até chegar na equipe principal. Ele tem o apoio dos jogadores e do técnico Luis Enrique.

O atacante de 28 anos é casado com Alice Campello e tem três filhos pequenos: os gêmeos Leonardo e Alessandro, que nasceram em 28 de julho de 2018, e Edoardo, nascido no ano passado. "Eu gostaria que as pessoas se colocassem no lugar de quem recebe este tipo de ameaça. Então, quando uma tragédia acontecer, com certeza todos vão falar que ele era um bom menino", continuou Morata.

O jogador afirmou que talvez tenha sido mal interpretado em suas declarações após a classificação da Espanha na competição. Em um momento de desabafo, Morata disse que todos eram livres para falar o que desejavam. "Sempre dou a minha vida pela seleção nacional e não entendo porque as pessoas ficaram bravas porque disse que a torcida pode falar o que quiser e que opinar é de graça. Me incomoda que eles tenham mexido com minha mulher e meus filhos", declarou.

Morata revelou que evita até ficar com o seu celular para não ler determinados tipos de comentários. "Estive isolado de tudo nas últimas semanas. Agora estou muito feliz por estar nas oitavas de final." A Espanha entra em campo na próxima segunda-feira, diante da Croácia, em Copenhague, na Dinamarca, na disputa pela vaga nas quartas de final da Eurocopa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.