Moratti ataca assessores de Ronaldo

O presidente da Inter de Milão, Massimo Moratti, foi enfático ao comentar a situação do atacante Ronaldo. Segundo o dirigente, Ronaldo vai continuar no clube por mais um ano, independentemente de sua vontade. ?Querem saber como vai terminar essa história??, perguntou ele aos jornalistas. ?Ronaldo jogará aqui por mais um ano, mesmo contra a vontade e depois vai embora, ganhemos ou não o campeonato?, disse ele, nesta terça-feira. ?A Inter já se acostumou à sua ausência e sua saída não será nenhum drama para nós?, acrescentou. Moratti admite que ficou magoado com Ronaldo por sua intenção de deixar a Inter, mas dirigiu suas críticas mais contundentes contra os representantes do jogador. ?Ronaldo me decepcionou, é claro, mas os que mais me revoltaram foram seus assessores. Eles são ridículos. A forma como atuam está totalmente fora de lugar?, disse. Para Moratti os assessores do jogador fazem numerosas declarações ?algumas delas contraditórias?, segundo ele, acrescentando ainda mais tensão ao problema. Ronaldo, por sua vez, reafirma o desejo de deixar o clube italiano. ?A única coisa que está clara é minha vontade de deixar a Inter. Eu tenho os meus motivos e no momento oportuno vou falar sobre eles. Os dirigentes sabem quais são?, afirmou o artilheiro, que está em Fortaleza com a seleção brasileira que nesta quarta-feira enfrenta o Paraguai em partida comemorativa pela conquista do pentacampeonato mundial. O artilheiro da Copa 2002 tem proposta do Real Madrid.

Agencia Estado,

20 Agosto 2002 | 09h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.