Moratti descarta demitir Gasperini na Inter de Milão

O presidente Massimo Moratti garantiu que o começo ruim de temporada da Inter de Milão não afetará a sequência do trabalho de Gian Piero Gasperini no comando da equipe. Após estrear no Campeonato Italiano com derrota para o Palermo por 4 a 3, o time foi batido pelo Trabzonspor na sua primeira partida na Liga dos Campeões da Europa. Antes, a equipe havia perdido a Supercopa da Itália para o Milan. "Talvez tenha faltado um pouco de ímpeto, mas eu certamente não posso culpar o treinador por isso", disse.

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2011 | 11h12

Moratti garantiu não ter conversado com Gasperini após a surpreendente derrota para o Trabazonspor e negou que a partida contra a Roma, sábado, pelo Campeonato Italiano, seja decisiva para o futuro do treinador. "Se começarmos a colocar as coisas assim, então torna-se impossível para o treinador e os jogadores trabalharem".

Gasperini assumiu o comando da Inter de Milão no final de junho, em substituição ao brasileiro Leonardo, e está tendo a sua primeira oportunidade de dirigir um dos gigantes do futebol europeu. "No momento eu acho que é uma questão de esperar, porque a tática foi alterada", disse Moratti. "Foi um jogo importante, mas estas coisas podem acontecer".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInter de MilãoMassimo Moratti

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.