Moratti quer a volta de Ronaldo

O presidente da Inter de Milão, Massimo Moratti, se mostrou surpreso hoje com a declaração do atacante Ronaldo, de que não jogaria domingo contra o Venezia, pela terceira rodada do Campeonato Italiano, na partida que poderia marcar seu retorno a jogos oficiais depois de 16 meses em recuperação de duas cirurgias no joelho direito. ?Eu não acredito que ele tenha dito que não queria jogar. O que ele quis dizer é que não poderia decidir isso e sim o técnico?, disse Moratti. Ronaldo declarou à imprensa que contra o Venezia não jogaria. ?Sou consciente de que todos esperam meu retorno e eu também não vejo a hora de voltar em uma partida oficial, mas Cúper (o técnico da Inter, Héctor Cúper) está fazendo um bom trabalho e eu sei que devo esperar?, afirmou ele. Os dirigentes do Milan estão otimistas em relação ao futuro do atacante brasileiro, que foi um dos destaques do treino desta sexta-feira na concentração da equipe em Appiano Gentile, quando marcou três gols.Enquanto não volta aos gramados, Ronaldo se distrai nos campos de golfe. Hoje ele disputou mais uma partida do ?torneio das personalidades?, realizado próximo ao circuito de Monza, onde, no domingo, será disputada a 15ª etapa do Mundial de Fórmula 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.