Morre 2º torcedor em Caxias do Sul

Morreu neste domingo o torcedor do Internacional Anderson Livi, 16 anos, vítima de traumatismo craniano causado por uma tijolada no jogo do dia 19 entre Juventude e Inter, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Durante todo esse tempo ele esteve internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Pompéia, em Caxias. Os incidentes, logo após a partida, já haviam causado a morte de outro torcedor, Jéferson da Silva Machado, que pertencia a torcida organizada Super Raça, do Grêmio, no centro de Caxias, após explodir uma bomba de fabricação caseira que ele carregava no bolso. O artefato também foi o responsável pelo decepamento da mão direita do soldado da Brigada Militar Cleomar Vargas que, mesmo de folga, tentava desarmar o torcedor do Grêmio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.