Divulgação/Fluminense 
Divulgação/Fluminense 

Morre David Fischel, presidente que tirou Flu da Série C

Ex-dirigente foi responsável por fechar o patrocínio com a Unimed, parceceria que viabilizou a compra de vários jogadores

Estadão Conteúdo

13 de outubro de 2014 | 15h12

Presidente responsável por recuperar o Fluminense de um dos piores momentos de sua história, David Fischel, de 79 anos de idade, morreu na noite deste domingo, por insuficiência respiratória, no hospital Copa D''or, na zona sul do Rio. O ex-dirigente, que conduziu o Flu entre 1999 e 2004, lutava contra um câncer.

Fischel assumiu o clube carioca em momento de grande crise. Dentro de campo, amargava a Série C do Campeonato Brasileiro. Fora dele, sofria uma depressão financeira. Foi em sua gestão que o clube fechou o patrocínio com a Unimed, uma parceria que tem fortalecido as finanças do clube até hoje. Sob seu comando, o clube também faturou o Campeonato Carioca de 2002.

O atual presidente do Fluminense, Peter Siemsen, lamentou a perda. "Foi um dos mais importantes presidentes da história do Fluminense. Talvez o mais corajoso, pois pegou o clube na pior situação esportiva no futebol e em gravíssima crise financeira. Foi e vai continuar sendo uma grande referência para mim", afirmou o dirigente ao site oficial do clube.

O velório do corpo de David Fischel está sendo realizado no Cemitério Israelita do Caju, nesta segunda-feira, a partir das 15 horas, com acesso público.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.