Márcia Alves/AE - 6/3/1996
Márcia Alves/AE - 6/3/1996

Morre ex-goleiro Félix, campeão do mundo com a seleção brasileira em 1970

Com 74 anos, ex-jogador faleceu em decorrência de uma parada cardiorrespiratória

O Estado de S. Paulo

24 Agosto 2012 | 10h11

SÃO PAULO - Goleiro titular da seleção brasileira na Copa de 1970, quando o Brasil se sagrou tricampeão mundial com um time histórico, Félix morreu nesta sexta-feira, aos 74 anos. Ele lutava contra um enfisema pulmonar e estava internado no Hospital Vitória, em São Paulo, desde sábado. Por volta das 7 horas da manhã, Félix sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Nascido em Caratinga, Minas Gerais, Félix iniciou a carreira defendendo o Juventus e depois passou por Portuguesa e Nacional, todos clubes de São Paulo, para em seguida defender o Fluminense, onde atuou por oito anos, entre 1968 e 1976, quando se aposentou.

Em meio ao período que defendeu o Fluminense, Félix acabou ganhando a confiança do técnico Zagallo, que apostou no goleiro como titular no Mundial de 1970. Naquela competição, na qual craques como Pelé, Rivellino, Gerson e Tostão consagraram uma das maiores seleções da história, Félix teve atuações destacadas principalmente nos jogos contra Inglaterra e Uruguai, este último pela semifinal.

Com a camisa do Fluminense, Félix foi campeão carioca em 1969, 1971, 1973 e 1975, além de vencedor da Taça de Prata em 1970, que depois acabou sendo reconhecido pela CBF como primeiro título brasileiro da equipe das Laranjeiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.