@jooficial7
@jooficial7

Morre ex-jogador que atuava como pastor no Corinthians; jogadores lamentam

Vagner Lopes participava de cultos antes dos jogos e sofreu um infarto aos 48 anos

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de julho de 2021 | 12h47

O ex-jogador Vagner Lopes, conhecido como o "pastor do Corinthians", morreu na madrugada desta sexta-feira. Ele tinha 48 anos e sofreu um infarto. Presença constante no CT Joaquim Grava, local de treinos da equipe alvinegra, ele tinha relação próxima com jogadores do elenco corintiano e fazia cultos nos pré-jogos do time. 

O atacante e o goleiro Cássio, evangélicos, sempre postavam as reuniões com Lopes em suas redes sociais. Após a notícia de sua morte, eles lamentaram a perda do amigo. "Pastor Vagner Lopes, simplesmente obrigado por tudo! Descanse em paz, um homem de Deus no qual eu aprendi muito, nunca mais fui o mesmo depois que aprendi com você, deixou um legado, que Deus possa confortar os familiares", postou Jô.

"Ontem fui surpreendido com a triste notícia da partida desse grande homem de Deus! Tenho a certeza que você está onde você mais queria era estar: ao lado do Pai! e tenho a certeza também de que Ele está orgulhoso do legado que o Pastor deixou aqui na terra! Obrigado por nos levar a palavra e cumprir com a sua missão, meu irmão! Você foi um exemplo de homem, pai e marido. Obrigado por tudo, Pastor Vagner! Que Deus abençoe e proteja a sua família nesse momento de dor! Descanse em Paz", disse Cássio, que se converteu em 2017. 

Vagner Lopes iniciou sua carreira no Guarani nos anos 90. Além do clube de Campinas, ele também atuou em equipes paulistas como Juventus, Ituano e XV de Piracicaba. Teve passagens pelo futebol argentino, espanhol e dos Estados Unidos. Se tornou pastor evangélico da Comunidade Cristã "Aprisco da Família" após se aposentar do futebol. Ele realizava também um trabalho de recuperação espiritual com dependentes químicos.

Tudo o que sabemos sobre:
CássioCorinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.