Morre Juvenal, zagueiro titular do Brasil na Copa de 50

Ex-jogador do Palmeiras era o último remanescente da equipe vice-campeã na última Copa no País

AE, Agencia Estado

31 de outubro de 2009 | 14h21

Juvenal Amarijo, ex-zagueiro da seleção brasileira que era o último titular do time vice-campeão do mundo de 1950 que ainda estava vivo, morreu na última sexta-feira à noite, aos 86 anos, no Hospital Geral de Camaçari, cidade baiana que fica ao norte da capital Salvador, vítima de complicações respiratórias.

Veja também:

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O ex-jogador estava internado há quase 15 dias e passou os últimos anos de sua vida em condições precárias na cidade de Jauá, na Bahia.

Nascido em Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul, Juvenal Amarijo começou a sua carreira no Brasil de Pelotas (RS), pelo qual atuou entre 1945 e 1946. Em seguida, ele passou por Flamengo, Palmeiras, Bahia e Ypiranga (BA), clube pelo qual encerrou a sua carreira em 1959.

Com a camisa da seleção brasileira, disputou apenas 11 partidas, contabilizando oito vitórias, dois empates e uma derrota. Derrota que foi justamente a sofrida na decisão da Copa do Mundo de 1950, por 2 a 1, contra o Uruguai, no Maracanã, naquela que é considerada a maior decepção da história do futebol brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolJuvenalCopa de 50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.