Phil Noble / Reuters
Phil Noble / Reuters

Morre músico de 'You'll Never Walk Alone', hino da torcida do Liverpool

Gerry Marsden, da banda Gerry and the Peacemakers, era torcedor do clube e chegou a ser convidado para cantar antes de jogos

Redação, Estadão Conteúdo

03 de janeiro de 2021 | 22h20

O músico Gerry Marsden, da banda Gerry and the Peacemakers, faleceu aos 78 anos neste domingo por conta de uma infecção no coração. Marsden foi o vocalista da versão mais famosa da música 'You'll Never Walk Alone', canção-símbolo de diversas torcidas de futebol, mas especialmente do Liverpool.

A versão de Gerry e sua banda para You'll Never Walk Alone foi lançada em 1963, adaptada de uma canção do musical da Broadway Carousel. A canção se tornou um grande hit, atingindo o topo das paradas no Reino Unido, na Irlanda, na Austrália e Nova Zelândia. Posteriormente, a música foi regravada por artistas como Elvis Presley, Johnny Cash, Andrea Bocelli, Marcus Mumford e Dropkick Murphys.

'You'll Never Walk Alone' se tornou hino de diversas torcidas de clubes como Borussia Dortmund e Celtic, mas com uma conexão especial com a da torcida do Liverpool, que a canta antes de todos os jogos. Marsden chegou a ser chamado para cantar em Anfield antes de partidas do time vermelho, do qual era torcedor.

Os Peacemakers também marcaram história ao se tornarem a primeira banda a atingir o topo da parada de sucessos do Reino Unido com três singles. Com isso, Gerry e seus companheiros se tornaram uma das maiores bandas de sua geração. Entre outras canções famosas do grupo estão "Ferry Cross The Mersey", "I'll Be There", "How Do You Do It?" e "I Like It".

Ao londo da carreira, Gerry desfrutou de quase 60 anos de turnês como músico. Ele primeiro formou Gerry e os Pacemakers com seu irmão Fred, Les Chadwick e Arthur McMahon. Eles deixaram sua marca na cena musical da época como rivais dos Beatles no início de sua carreira.

A notícia foi dada em primeira mão pelo apresentador de rádio, e amigo de Gerry, Pete Pryce. "É com o coração muito pesado, depois de falar com a família, que tenho que contar para vocês que o lendário Gerry Marsden faleceu depois que uma curta doença, que foi uma infecção em seu coração. Envio todo o amor do mundo para Pauline e sua família. Você nunca estará sozinho", contou o radialista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.