Morre o ex-jogador Gino Orlando

O ex-jogador Gino Orlando - segundo maior artilheiro da história do São Paulo - morreu na madrugada desta quinta-feira, na cidade de São Paulo, vítima de parada cardíaca, aos 75 anos. Gino estava internado desde fevereiro no Hospital do Coração, onde foi submetido a uma cirurgia para correção de aneurisma no tórax. Centroavante de pouca técnica mas de muita raça, marcou história no clube entre os anos 50 e 60. Jogou 450 vezes com a camisa do São Paulo e marcou 232 gols, ficando atrás apenas de Serginho Chulapa, que fez 242. Gino atuou em diversas seleções brasileiras e lamentava ter sido cortado da Copa do 58 às vésperas da viagem. Foi dele o primeiro gol de bicicleta feito em Portugal, pela Seleção Brasileira, em 1957. Desde 1969 ocupava a função de administrador do Estádio do Morumbi.O corpo de Gino Orlando está sendo velado no Cemitério do Araçá, na Av. Dr. Arnaldo, 300, e o enterro será às 17 horas desta quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.