Morre torcedor galês atacado antes de jogo da Inglaterra

Um torcedor de País de Gales morreu na última terça-feira após um conflito ocorrido do lado de fora do Estádio de Wembley, minutos antes do início do jogo em que a Inglaterra venceu a seleção galesa por 1 a 0, em Londres, pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2012. As autoridades locais confirmaram a morte da vítima, após uma denúncia de agressão contra ela.

AE-AP, Agência Estado

07 de setembro de 2011 | 09h40

Mike Dye, de 44 anos, fã do Cardiff City, clube galês que disputa a segunda divisão do Campeonato Inglês, sofreu uma parada cardíaca antes do jogo, informou o serviço médico local. Mais tarde, a polícia confirmou que ele morreu em um hospital da capital inglesa. Seis torcedores, identificados pela polícia como torcedores do próprio País de Gales, acabaram presos como suspeitos por envolvimento no episódio, no qual o torcedor teria sido agredido com um golpe na cabeça.

O Cardiff City confirmou que o torcedor morto era fã do clube e lamentou o ocorrido. "Na noite de terça-feira, nos chegaram detalhes sobre uma tragédia em que um torcedor galês e também do Cardiff City faleceu na partida entre Inglaterra e País de Gales. Por conta da delicadeza da situação e até que todos os detalhes e circunstâncias sejam esclarecidos, não serão feitas outras declarações", disse o clube por meio de um comunicado, no qual falou que a morte foi uma "tragédia".

O vice-presidente da federação de futebol de País de Gales (FAW, na sigla em inglês), Trefor Lloyd Hughes, afirmou que a entidade iniciará uma investigação sobre o episódio. "Uma nuvem negra cobriu o futebol galês", afirmou o dirigente, em entrevista para a rede britânica BBC, após o confronto da última quarta pelas Eliminatórias da Eurocopa.

Assolada por grande onda de violência recente no país, a Inglaterra lamenta a morte de um torcedor justamente na cidade que receberá, daqui menos de um ano, a Olimpíada de 2012.

Com a vitória sobre País de Gales, a seleção inglesa ficou com 16 pontos na liderança isolada do Grupo G das Eliminatórias da Eurocopa, com seis de vantagem sobre o segundo colocado da chave, Montenegro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.