FOTO JOSE PATRICIO/ESTADÃO
FOTO JOSE PATRICIO/ESTADÃO

Morumbi será palco de abertura da Copa América de 2019, diz portal

Allianz Parque deve receber as demais partidas da competição realizadas na cidade de São Paulo

O Estado de S.Paulo

13 Setembro 2018 | 10h49

Após ficar de fora da Copa do Mundo de 2014, o estádio do Morumbi será o palco de abertura da Copa América de 2019, segundo o UOL. Ainda de acordo com o portal, o Allianz Parque vai receber as demais partidas da competição realizadas na cidade de São Paulo e o Maracanã deve ser escolhido para sediar a grande final. O anúncio oficial sobre as decisões da Conmebol será feito em reunião marcada para a próxima terça-feira, 18, em La Paz, na Bolívia.

A tendência é a capital paulista receber até cinco partidas. No dia 30 de agosto, o Estado revelou que o Morumbi era o favorito para ser o palco da abertura. O estádio tem como atrativo principal sua maior capacidade, para pouco mais de 60 mil pessoas, e a disposição do clube de fazer reparos para o torneio. Também pesa a vontade do futuro presidente da CBF, Rogério Caboclo, que é são-paulino, em colocar o Morumbi na disputa.

Nos últimos meses, o Allianz recebeu a visita de dirigentes da Conmebol para inspeções. Os representantes da entidade gostaram da estrutura moderna da arena e aprovaram a realização no local, no ano passado, do jogo entre Brasil e Chile, pelas Eliminatórias da Copa da Rússia. Para a ocasião, o estádio passou por reparos de adequação, como a construção de nova tribuna de imprensa.

A Copa América de 2019 será disputada entre os dias 7 e 30 de junho de 2019 e terá como sedes São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Salvador. Ao todo, serão 12 seleções, sendo duas delas convidadas da Conmebol: o Japão e o Catar. Elas se juntarão a Brasil, Uruguai, Argentina, Colômbia, Peru, Chile, Paraguai, Equador, Bolívia e Venezuela.

Originalmente, a competição estava sendo pensada para ser realizada com 16 seleções. Mas o número caiu para doze, depois que os europeus não conseguiram datas para liberar seus jogadores, enquanto um acordo para a participação do México e dos Estados Unidos também fracassou.

Na última edição, em 2016, os Estados Unidos sediaram uma versão especial, a Copa América Centenário, com 16 equipes. O Chile é o atual bicampeão, com títulos nos Estados Unidos e também em 2015, em solo chileno.

Arena Corinthians fora

Palco de abertura da Copa do Mundo de 2014, a Arena Corinthians não será uma das sedes da próxima edição da Copa América. O presidente do clube alvinegro, Andrés Sanchez, pediu para que o estádio não fosse incluído no cronograma da competição. Pesou para a decisão o fato de a diretoria considerar que o torneio não seria rentável, já que o comitê organizador não pagaria pelo período de utilização do espaço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.