Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Morumbi terá público recorde na temporada em clássico neste sábado

Equipes jogam neste sábado pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2018 | 11h26

Mais de 47 mil ingressos já foram vendidos para o clássico entre São Paulo e Corinthians, neste sábado, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, e isso significa que o Morumbi registrará seu maior público na temporada até aqui. A maior ocupação do estádio neste ano foi 42,8 mil, na semifinal do Campeonato Paulista, quando o São Paulo venceu o mesmo adversário por 1 a 0, no dia 25 de março.

Após estreia com assistência e dribles, Rojas ganha moral no São Paulo

Depois de ver suas médias de público e de arrecadação caírem no início da temporada - sobretudo em relação ao Estadual do ano passado -, o São Paulo volta a fazer públicos numerosos em suas casa. Em 2017, o clube registrou os cinco maiores públicos do Brasileirão na reta final do torneio, mesmo correndo o risco de ser rebaixado.

Neste ano, até agora, são os cariocas quem dominam as melhores bilheterias do Brasileirão. O Fluminense levou 59,9 mil torcedores para o clássico com o Flamengo no dia 7 de junho, o maior público do Nacional. O Flamengo detém três dos outros quatro melhores públicos: contra o Inter (55,2 mil), contra o Paraná (54,5 mil) e contra o São Paulo (51,7 mil), todos no Maracanã. Também no Top 5 está o Ceará, que levou 51,9 mil torcedores ao Castelão para o duelo contra o Flamengo.

O bom público pode não ser o único motivo a ser bem comemorado no São Paulo neste sábado. Uma vitória sobre o Corinthians pode fazer a equipe assumir a liderança do Brasileirão. Para isso, além da vitória, precisa torcer para que o Flamengo não derrote o Botafogo, horas antes, no Maracanã. A diferença das equipes na tabela é de um ponto.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.