Motivação de Amoroso é o Corinthians

O que pode motivar o São Paulo nas partidas que ainda restam no Campeonato Brasileiro, após a derrota por 3 a 0 para o Inter? Para Amoroso, a resposta é simples. ?O Corinthians está aí, lutando para ser campeão. Vamos tentar atrapalhar essa meta deles?, disse o atacante, nesta quinta-feira, em sua chegada ao aeroporto.Amoroso ainda tem uma certa mágoa pela anulação da partida, uma das onze apitadas pelo juiz Edílson Pereira de Carvalho, corrupto confesso. ?Tiraram três pontos da gente. Vamos correr atrás para recuperar, com nova vitória?. O Corinthians não á a única fonte de inspiração para Amoroso neste período sem perspectivas. ?Quero ganhar da Ponte também. Comecei no Guarani e esse jogo é um clássico para mim.?Tirando o sadismo, o sonho acabou. Após a derrota para o Inter nacional, agora é pensar no Mundial interclubes, em dezembro ? e na temporada 2006. ?Nossa meta é o Mundial, mas não podemos ficar pensando só nisso. E se perdermos, o mundo acaba? Temos quatro meses aí para planejar tudo a partir de janeiro?, diz o superintendente Marco Aurélio Cunha.Enquanto dezembro não chega, o clube procura metas para o final do ano. ?Nas duas últimas temporadas, ficamos em terceiro lugar. Vamos tentar repetir. Ou, pelo menos, ficar entre os quatro primeiros, que são os que vão para a Libertadores, Será uma vaga conquistada em campo e não pelo fato de sermos os atuais campeões.?Faltam 14 jogos; a idéia é aprontar taticamente o time para os dois jogos do Mundial. Autuori quer treinar muito, por exemplo, jogadas pelas pontas. Ele acredita que Souza pode render mais com a bola dominada, entrando em diagonal, da direita para o centro.Para Thiago Ribeiro, os jogos podem definir seu futuro. ?Todo mundo quer jogar esse Mundial e eu também. Se tiver alguma chance a mais, vou fazer de tudo para mostrar serviço? E começou bem contra o Inter. ?O Autuori pediu para eu jogar pela esquerda porque tinha um espaço bom. Acho que consegui fazer algumas boas jogadas e vou esperar novas chances.?Thiago foi muito elogiado por Marco Aurélio. ?Foi a única boa notícia desta derrota. Ele mostrou bom futebol. Pode ser mais um a manter nossa tradição de revelar bons jogadores.?E, para chegar ao título mundial, o São Paulo já tem técnico. Será mesmo Paulo Autuori, que afastou a possibilidade de sair, caso se confirmasse uma proposta para substituir José Peseiro, no Sporting de Portugal. O técnico diz que ?seria um orgulho dirigir o Sporting, mas não deixaria o São Paulo agora. Depois da Libertadores, tivemos uma fase instável e os dirigentes mostraram um alto nível.?Autuori se refere às oito partidas em que o time ficou sem vencer, após a conquista do tricampeonato da Libertadores. Os dirigentes do São Paulo, ao contrário do que acontece normalmente, não pensaram em demiti-lo.O time treinará nesta sexta, à tarde, sábado e domingo pela manhã, preparando-se para o jogo contra a Ponte Preta, terça-feira à noite, no Morumbi.

Agencia Estado,

06 de outubro de 2005 | 18h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.