Pierre Emmanuel Deletree/EFE
Pierre Emmanuel Deletree/EFE

Motivado a ser campeão no Barcelona, Griezmann diz que 'saiu bem' do Atlético

Atacante disse estar consciente de que provavelmente será vaiado em sua próxima visita ao estádio Wanda Metropolitano

Redação, Estadão Conteúdo

22 de julho de 2019 | 10h12

O atacante francês Antoine Griezmann está com a consciência tranquila após a sua polêmica transferência do Atlético de Madrid para o Barcelona - teve que pagar a cláusula de rescisão de contrato no valor de 120 milhões de euros (cerca de R$505 milhões). Nesta segunda-feira, em Tóquio, no Japão, na véspera do amistoso contra o Chelsea, o jogador afirmou que "saiu bem" do clube de Madri ao tentar fazer de tudo em campo.

"Fiz o meu melhor junto com o Cholo (técnico argentino Diego Simeone), os meus antigos colegas de equipe e o clube para acertar as coisas e sair bem do Atlético de Madrid. É uma questão deles, estou calmo e a única coisa que importa é começar a jogar com o Barça, que é o mais importante para mim", disse Griezmann, em entrevista coletiva.

"Me despedi bem dos jogadores, dos roupeiros, fisioterapeutas e de todas as pessoas, o que foi o mais importante", pontuou o atacante, que se disse estar consciente de que provavelmente será vaiado em sua próxima visita ao estádio Wanda Metropolitano, em Madri. "Faz parte do futebol. Eles gostavam muito de mim e quando alguém vai embora, pode doer", comentou.

Ainda sem o argentino Lionel Messi, o uruguaio Luis Suárez e o brasileiro Philippe Coutinho - todos ainda de férias por causa da participação na Copa América -, Griezmann é o principal nome do Barcelona na pré-temporada do clube no Japão. Depois do Chelsea, o time catalão enfrentará o Vissel Kobe, da primeira divisão japonesa, neste sábado.

"Se você perguntar aos torcedores, vão te dizer que querem os três títulos. E os jogadores e a diretoria também. Eu também. Temos time para ganhar tudo. É difícil, mas será necessário trabalhar para isso", finalizou Griezmann, falando de sua motivação para trocar o Atlético de Madrid pelo Barcelona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.