Motivado, Cruzeiro fala em vencer quarta

Na luta por uma vaga na Libertadores do ano que vem, não falta motivação ao Cruzeiro para o jogo contra o Corinthians, quarta-feira, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. Embalado por três vitórias seguidas, o time mineiro encara confiante o líder isolado da competição. A vitória sobre o Santos, por 2 a 1, domingo, no Parque Antártica (com portões fechados), entusiasmou os jogadores celestes e a comissão técnica. "A gente sabe que contra o líder do campeonato a motivação é maior", observou hoje o armador Kelly, durante a reapresentação do grupo na Toca da Raposa II. A expectativa é que o Mineirão receba um bom público. Para isso, a diretoria reduziu o preço dos ingressos, que custarão de R$ 5 a R$ 15. Foram colocados 35 mil bilhetes à venda. "Pela situação que nós estamos vivendo com certeza é o jogo mais importante (do ano). Até porque poderemos concretizar de vez a nossa briga pela vaga na Libertadores e dar uma nova história para o Campeonato Brasileiro, derrotando o Corinthians", reforçou Kelly. Sentindo uma lesão na região lombar, o armador - atual destaque do Cruzeiro - ainda é dúvida para a partida, mas a tendência é que ele jogue. "A gente tem de estar 100% para não prejudicar o esquema tático e os companheiros em campo". O grupo celeste é movido também pela vontade de dar o troco nos paulistas, que em casa venceram o confronto válido pelo primeiro turno, por 4 a 3. Na ocasião, os cruzeirenses reclamaram que foram muito prejudicados pela arbitragem de Héber Roberto Lopes (PR). Além de Kelly, o técnico Paulo César Gusmão depende do departamento médico para escalar o lateral-esquerdo Leandro, que continua acusando dores musculares na perna esquerda.

Agencia Estado,

31 de outubro de 2005 | 19h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.