Motivado, Cruzeiro promete atacar em Cáli

O Cruzeiro inicia nesta quarta-feira a disputa das oitavas-de-final da Taça Libertadores, enfrentando o Deportivo Cáli, às 21h40 (horário de Brasília), no Estádio Pascual Guerrero, na Colômbia. Motivado e de astral elevado após a vitória por 3 a 1 sobre o Santos, domingo, pelo Campeonato Brasileiro, o time mineiro luta pelo seu terceiro título da competição. O meia Alex, destaque da partida contra o time paulista, conhece bem o adversário - que enfrentou, pelo Palmeiras, na final da competição sul-americana de 1999 - e destacou as dificuldades que a equipe mineira vai encontrar. "A torcida é muito vibrante e, com certeza, vai ter 50 mil pessoas no estádio", observou o camisa 10, salientando, contudo, que o Cruzeiro é um time de jogadores experientes e saberá superar os obstáculos. "Temos condições de trazer para o segundo jogo uma vantagem boa." O técnico Paulo César Gusmão deverá ter à sua disposição todos os atletas. O meia Wendell e o goleiro Gomes eram dúvidas, mas foram examinados pelo médico Ronaldo Nazaré e liberados para o treinamento previsto para o final da tarde desta terça-feira. Os dois jogadores deixaram o jogo na Vila Belmiro reclamando de lesões. Wendell sofreu uma pancada na perna direita e Gomes se contundiu num lance com o meia Renato. De acordo com Nazaré, os dois estão em condições de atuar normalmente. A única mudança que o treinador poderá fazer em relação ao time que enfrentou o Santos é promover a entrada de Guilherme - que está há mais de um mês parado, se recuperando de uma lesão - no lugar de Jussiê. Quem tem vaga garantida na frente é Dudu, um dos artilheiros do Brasileiro, com seis gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.