Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Mouche corre contra o tempo para ganhar espaço no Palmeiras

Atacante faz trabalho extra para recuperar condição física

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2015 | 16h09

Recuperado de uma cirurgia no joelho direito feita em janeiro, o atacante Pablo Mouche corre contra o tempo para conseguir recuperar espaço no Palmeiras e ser aproveitado pelo técnico Marcelo Oliveira. O jogador tem aproveitado os dias de folga para realizar treinamentos extras e pode mostrar melhores condições físicas ao treinador. Nos dois dias que o elenco alviverde teve folga, o argentino treinou por conta própria.

Na segunda ele fez um trabalho por conta própria e na terça, após entrar em contato com a comissão técnica do Palmeiras, foi para a Academia de Futebol e realizou um trabalho específico sob a supervisão dos preparadores físicos Marco Aurélio Schiavo e Thiago Santi.

“Estou trabalhando bastante e me dedicando demais para estar preparado quando a oportunidade aparecer. Sei que está difícil porque tive uma lesão muito séria, fiquei bastante tempo sem jogar e o elenco é muito bom. O pessoal vem jogando bem e está de parabéns, mas quero ajudar dentro de campo e continuarei treinando com muita vontade para conquistar a confiança do treinador e da comissão técnica”, disse o atacante, que sofreu a lesão durante o amistoso contra o Shandong Luneng, da China, ainda durante a pré-temporada do Palmeiras.

No próximo domingo, o Alviverde enfrenta o Cruzeiro, equipe que trás boas recordações ao atacante. Ele fez 20 jogos e marcou três gols pelo Palmeiras, sendo um deles, justamente contra o clube mineiro. No dia 22 de outubro do ano passado, ele foi o autor do gol palmeirense no empate por 1 a 1 contra a equipe que ainda era comandada por Marcelo Oliveira.

Mouche já ficou no banco de reservas na partida contra o Vasco, mas ainda não atuou em jogos oficiais na temporada. Algo que joga contra ele é o fato do ataque ser o setor em que o treinador tem mais opções para montar o time. Mesmo com a saída de Leandro, que foi para o Santos, sobraram mais oito opções, além do argentino. Leandro Pereira, Barrios, Cristaldo, Alecsandro, Kelvin, Dudu, Rafael Marques e Gabriel Jesus.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolMoucheBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.