Stefan Wermuth/Reuters
Stefan Wermuth/Reuters

Mourinho cogita poupar Diego Costa em confronto com Stoke

Fisicamente, jogador já se encontra em condições de jogo

Toby Davis, REUTERS

03 de abril de 2015 | 13h40

Diego Costa, atacante do Chelsea, não é uma certeza na escalação do time para o confronto com o Stoke City pelo Campeonato Inglês, já que ainda luta para se livrar dos efeitos de uma lesão no tendão, disse o técnico José Mourinho nesta sexta-feira.

Diego se recuperou fisicamente da lesão que sofreu na vitória de 3 a 2 sobre o Hull City, mas Mourinho não tem certeza de que ele está pronto para entrar logo no início da partida de sábado em casa. "Diego Costa treinou ontem e hoje, não está machucado, não sei se irei escalá-lo ou não. Preciso tomar uma decisão", comentou Mourinho.

"Ele se dedicou, não houve dias de descanso, ele trabalhou de manhã e de tarde, fizemos todos os exames para confirmar cientificamente que ele está bem".

"O músculo está bom, mas você precisa ter confiança para jogar com intensidade e estar livre para se expressar com máxima intensidade. Essa é a nossa dúvida".

O Chelsea lidera a tabela, com seis pontos à frente do Manchester City, um jogo a mais em relação a seus adversários e nove partidas pela frente.O clube continua sendo o franco favorito para o título, e só um contratempo poderia impedi-lo de somar os 19 pontos que precisa para se manter na primeira colocação.

Para Mourinho, que já fez a previsão otimista de que seu time será campeão, é uma simples questão de acumular resultados."Precisamos de seis vitórias e um empate, para nós a situação é aquela na qual os outros clubes gostariam de estar. É pura matemática, precisamos vencer seis jogos e empatar um, mas ainda não o fizemos", acrescentou o português.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.