Juan Medina/Reuters
Juan Medina/Reuters

Mourinho confirma Pepe fora de duelo contra o Barcelona

Jogador trombou com o goleiro Casillas e fraturou a cabeça no jogo contra o Valencia, no último domingo

AE, Agência Estado

22 de agosto de 2012 | 08h58

O técnico José Mourinho confirmou nesta quarta-feira que o zagueiro Pepe não enfrentará o Barcelona no primeiro jogo da final da Supercopa da Espanha, nesta quinta, fora de casa. O jogador brasileiro naturalizado português acabou sendo vetado deste duelo após ter sofrido um forte choque na cabeça ao trombar com o goleiro Casillas, seu companheiro de Real Madrid, no jogo contra o Valencia, no último domingo, pelo Campeonato Espanhol.

O defensor precisou ser substituído no intervalo do confronto, que terminou empatado por 1 a 1, ao reclamar de tonturas e se queixar até de dificuldades para ficar em pé. Em seguida, ele foi encaminhado a um hospital em Madri, onde passou a noite até ser liberado na segunda-feira. Exames descartaram qualquer lesão cerebral, mas o atleta ficou fora do treino da última terça e agora acabou sendo descartado por precaução do duelo diante do Barcelona.

"Pepe não jogará. Não é humano arriscar um jogador para uma partida de futebol, seja ela qual seja. Não há nenhuma dúvida do departamento médico nem do treinador de que não jogará, ainda que tenha evoluído muito e já esteja treinando", afirmou Mourinho, antes de confirmar que Albiol será o substituto do zagueiro diante do Barcelona.

O Real fez nesta manhã o último treino antes de viajar para o duelo diante do seu arquirrival. Na entrevista coletiva que concedeu nesta quarta, Mourinho destacou que o time madrilenho vem travando duelos muito equilibrados com o Barça nos últimos tempos e evitou exibir excesso de confiança antes do novo embate.

"Nas outras vezes que fomos a Barcelona jogamos sempre bem e conseguimos resultados equilibrados. O fato de termos vencido o último jogo foi quase normal depois das boas partidas que fizemos ali (no Camp Nou). Mas ninguém sabe se amanhã (quinta) jogaremos bem e se vamos conseguir vencer", disse o comandante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.