Reuters
Reuters

Mourinho defende Cristiano Ronaldo e critica atuação de Simão

Treinador diz que não permitirá que 'ninguém ponha sobre Cristiano as responsabilidade de uma equipe'

Efe

30 de junho de 2010 | 14h42

LISBOA - O técnico José Mourinho, defendeu nesta quarta-feira, 30, o atacante Cristiano Ronaldo, a quem comandará na próxima temporada no Real Madrid e que está sendo muito criticado em Portugal por sua discreta atuação na Copa do Mundo.

Veja também:

linkImprensa portuguesa procura razões para eliminação na Copa

linkO capitão Cristiano Ronaldo decepciona

linkGoleiro português lamenta único gol sofrido na Copa 

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

Em declarações à agência estatal "Lusa", Mourinho afirmou que não deixará que ninguém ponha sobre Ronaldo "as responsabilidades de uma equipe". "Em minhas equipes, quando ganhamos, ganhamos todos, quando perdemos, perco eu. Por isso, Cristiano Ronaldo pode ficar tranquilo e desfrutar de suas férias", acrescentou.

 

O treinador também alfinetou o meia-atacante Simão, em relação a declarações do jogador comparando o jogo de ontem entre Portugal e Espanha com a final da Liga dos Campeões entre Inter de Milão e Barcelona.

 

"Na seleção portuguesa só falo de Ronaldo e Pepe porque são meus jogadores. Mas, como Simão fez antes da partida analogias entre Inter e Barcelona e Portugal e Espanha, abro uma exceção para dizer que Eto'o não falhou jogando como ponta, ele sim", argumentou.

 

Mourinho considerou que a Espanha ganhou porque "foi melhor", e não quis entrar em mais detalhes sobre o jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.