Mourinho deixa diferenças de lado e faz elogios a Felipão

O treinador português José Mourinho, bicampeão inglês com o Chelsea, elogiou, neste domingo, o trabalho realizado pelo técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari à frente da seleção portuguesa. "Estive em desacordo com ele em várias ocasiões, mas acho que ele é um bom técnico para a seleção. Não existem muitos treinadores portugueses capazes de conduzir a equipe como ele conseguiu. Ele tem méritos mais do que suficientes para continuar no comando da seleção". Scolari assumiu o cargo de técnico da seleção portuguesa em 2003, seis meses depois de haver conquistado a Copa do Mundo de 2002, com o Brasil. Seu contrato termina no dia 31 de julho, e a Federação Portuguesa de Futebol já manifestou interesse em renovar o acordo. Mourinho também foi só elogios ao goleiro Ricardo, que defendeu três pênaltis na partida contra a Inglaterra, que garantiu a vaga de Portugal na fase semifinal. E destacou que a primeira penalidade perdida pelos ingleses, cobrada por Frank Lampard, foi o momento-chave do jogo. "Quando a equipe rival escolheu seu melhor batedor para chutar primeiro e o goleiro defendeu, o que não aconteceu nos últimos anos, ganhamos muita confiança e, ao mesmo tempo, isso representou um golpe duro na autoconfiança dos ingleses".

Agencia Estado,

02 Julho 2006 | 11h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.