Nigel Roddis/EFE
Nigel Roddis/EFE

Mourinho desabafa após virada do Manchester United: 'Caçada contra mim'

Técnico português tem sofrido pressão por conta da má fase da equipe e das decisões contestáveis

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2018 | 20h02

Apesar da vitória de virada do Manchester United neste sábado, por 3 a 2 sobre o Newcastle, o técnico José Mourinho atacou os críticos a seu trabalho à frente do clube. De acordo com o treinador português, ele é alvo de perseguição da imprensa e de comentaristas.

"O que aconteceu foi que entramos nervosos, na minha opinião, o time não lidou bem com a pressão pela caçada contra um homem", disse Mourinho, com referência a si mesmo, na entrevista coletiva no Old Trafford, o estádio do Manchester United.

"Tenho 55 anos de idade. É a primeira vez que vejo uma caçada contra um homem. Eu posso lidar com isso. Eu posso viver com isso. Alguns dos meninos, embora não sejam alvos da caçada, não estão respondendo bem", disse o técnico, que colocou Juan Mata e Alexis Sánchez, autores de dois dos três gols da virada.

Apesar do triunfo, o momento do Manchester não é bom, tanto que o time é apenas o oitavo colocado do Inglês, com 13 pontos somados em oito jogos. "É novidade isso que eu estou passando, não me faz um treinador melhor, faz de mim uma pessoa melhor. Eu entendo coisas da natureza humana hoje em dia e dessa indústria em que eu trabalho. Eu costumava a amar isso, eu ainda amo, mas é diferente", comentou o técnico.

Em seguida, Mourinho reafirmou que a suposta perseguição contra si não o abala. "Existe muita maldade em algo que deveria ser bonito. É com tristeza que eu lido com isso. Eu sou maduro, um menino crescido, e vou lidar com isso", concluiu o treinador português.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.